29 de dez de 2008

Aquecimento global ameaça Américas com aumento de doenças infecciosas

Por conta do aquecimento global, as Américas poderao ser atingida por doenças infecciosas transmitidas por insetos, pela água ou pela alimentação em um futuro próximo. Três pesquisadores do Instituto de Pesquisas do Hospital para Crianças de Toronto (Canadá), Amy Greer, Victoria Ng e David Fisman, descreveram as conseqüências do aumento previsível da temperatura e das precipitações num artigo editado pela publicação especializada "Canadian Medical Association Journal".As incidências das infecções pulmonares provocadas por agentes transmitidos pela água serão muito provavelmente amplificadas, tanto na sua virulência quanto no crescimento da sua área de atuação, pelas modificações do clima. Este deverá ser o caso da legionelose, cuja "incidência culmina durante os meses mais quentes, enquanto os riscos (de ocorrências) aumentam quando o clima se torna chuvoso e úmido", relatam Amy Greer e seus colegas. Em sua opinião, "a moléstia digestiva transmitida pela água que apresenta as maiores condições de se intensificar como resposta à alteração climática mundial é a cólera", cuja manifestação "poderia aumentar consideravelmente".

Nenhum comentário: