27 de mar de 2012

LEGIONELLA : Prevenção de Risco de exposição à Legionella em edifícios

A “legionelose” é uma doença de origem ambiental que se pode apresentar de diferentes modos: por uma infecção pulmonar, a “Doença dos Legionários”, que se caracteriza por pneumonia atípica com febres altas e pela “febre de Pontiac”, que se manifesta com um síndrome febril agudo de prognóstico leve.
Actualmente existem 42 espécies de Legionella e estas dividem-se em três serogrupos: serogrupo 1, serogrupo 2-14 e o spp. O serogrupo 1 - Legionella pneumophila é o que causa maior mortalidade, devido à sua capacidade de sobreviver e multiplicar-se em condições ambientais extremas.
Esta bactéria tem um carácter ubiquitário, isto é, consegue obter crescimento em diferentes tipos de ambientes e tem a capacidade de sobreviver em águas com temperaturas de 25ºC a 45ºC, a pH ácidos e na presença de oxigénio, sendo a temperatura óptima de crescimento de 35ºC a 37ºC.
A infecção é transmitida por via aérea (respiratória) através de pequenas gotículas de água contaminada (aerossóis), e está associada à contaminação do ar interior dos edifícios. Não se transmite de pessoa para pessoa nem pela ingestão de água contaminada. No entanto, afecta preferencialmente pessoas adultas com mais de 50 anos, sexo masculino, e em especial fumadores, pessoas portadoras doenças crónicas debilitantes e ainda pessoas portadoras doenças com compromisso da imunidade.
A Legionella, para além de se encontrar nos ambientes aquáticos naturais (lagos e rios), também se encontra nos sistemas artificiais, ou seja, sistemas de arrefecimento (torres de refrigeração, condensadores, humidificadores e sistemas de ar condicionado), instalações de redes prediais de água quente e fria, sistemas de águas climatizadas para fins recreativos ou terapêuticos (piscinas, jacuzzi) e depósitos de água. Todas as instalações acima referidas encontram-se no dia-a-dia, como por exemplo nos empreendimentos hospitalares, empreendimentos turísticos, empreendimentos comerciais, edifícios de ensino, restauração, instalações desportivas, etc.
Em Portugal, a doença dos legionários foi pela primeira vez descrita em 1979, e os casos posteriormente identificados foram associados a viagens e alojamentos em unidades hoteleiras de zonas turísticas.
A doença dos legionários, “estando incluída na lista das doenças de declaração obrigatória desde 1999, carece de uma declaração da responsabilidade de todos os médicos, quer exerçam a actividade no Serviço Nacional de Saúde, quer no sector privado. Por outro lado, o respectivo Delegado do Concelho de Saúde tem competência para conduzir acções de inspecção, tanto do ponto de vista preventivo como após a notificação de um ou mais casos de doença, bem como para aconselhar o cumprimento das recomendações contidas no Guia da Doença dos Legionários da Direcção-Geral de Saúde”.
O mesmo guia refere que “O Ministério da Economia, através da Direcção-Geral do Turismo e no âmbito da competência atribuída para acompanhamento do estado de conservação e manutenção das estruturas, instalações e equipamentos dos empreendimentos turísticos, poderá impôr, em articulação com as autoridades de saúde, a adopção de estratégias para a prevenção e controlo da doença dos legionários”.
É um dado adquirido que é extremamente difícil impedir a presença da bactéria num determinado sistema, e que a água depois de contaminada apresenta um processo de tratamento mais complexo. Como tal, deverão ser adoptadas as medidas preventivas necessárias em termos de dimensionamento, adequada construção, adequada instalação e adequada manutenção, de modo a evitar a formação de condições que permitam o desenvolvimento da Legionella.
Assim, as entidades proprietárias, gestoras, exploradoras ou responsáveis pela manutenção de edifícios e respectivas instalações e equipamentos, devem recorrer a serviços específicos de controlo e prevenção da Legionella, em conformidade com a legislação em vigor, de modo a garantir o controlo microbiológico, físico-químico e da temperatura da água e garantir a eficácia das medidas preventivas relativamente à Legionella.

Artigo Publicado em Portugal, onde o governo possui normas e procedimentos para a minimização dos riscos da Legionella.
Por ser uma bactéria que vive no ambiente, no Brasil ela se aproxima da Lei Ambiental.

22 de mar de 2012

DIA MUNDIAL DA ÁGUA - 2012


Sem palavras..................

16 de mar de 2012

LEGIONELLA em crianças ?

Health Ministry: Infants get Legionnaires’ disease
03/15/2012 02:48
The Jerusalen Post
 
Disease caused by standing water usually affecting adults diagnosed in 3 babies in the Center and coastal regions.
Doctors have diagnosed three cases of Legionnella bacterial pneumonia infections in babies under the age of one since the beginning of this year, and three others a year before, the Health Ministry said on Wednesday.According to the ministry, the cases were reported in the Center and coastal regions.
The disease, caused by standing water in pipes such as air conditioning infrastructure, has rarely been diagnosed in infants; it usually affects adults – especially the elderly.
Legionellosis is a potentially fatal infectious disease caused by gram-negative, aerobic bacteria belonging to the genus Legionella. The vast majority of cases are caused by Legionella pneumophila, a ubiquitous aquatic organism that thrives in temperatures between 25ºC and 45ºC.
The first-known outbreak occurred in July 1976 among people attending a convention of the American Legion at a Philadelphia hotel. Six months later, the factor causing the disease was identified as a previously unknown strain of bacteria, later dubbed Legionella.
The media splashed the story everywhere, and panic about potential infection from air conditioning systems ensued. However, isolated cases are more common than outbreaks.
When there are numerous cases at once, usually in the warmer months, the death rate has ranged from five percent to 30%.
Legionellosis is also contracted in hospitals, where the death rate among the elderly is considerably higher.
Cold-steam inhalation machines have also been implicated. The bacteria are naturally found in small amounts that are not infectious, but in some cases, standing water and calcium deposits create a larger concentration of the bacteria that can cause disease in people who are exposed.
People who smoke, have chronic respiratory disease or other disorders that weaken their immune systems are at higher risk, but Legionellosis is not transferable from one person to the next.
According to the Health Ministry, proper maintenance in public buildings in accordance with ministry guidelines can prevent infection there.
Water tanks, faucet and shower heads, and other devices should be properly cleaned and maintained.           

15 de mar de 2012

O Sucesso Consiste em não Fazer Inimigos


Max Gehringer
Nas relações humanas no trabalho, existem apenas 3 regras:


Regra número 1:


Colegas passam, mas inimigos são para sempre. A chance de uma pessoa se lembrar de um favor que você fez a ela vai diminuindo à taxa de 20% ao ano. Cinco anos depois, o favor será esquecido. Não adianta mais cobrar. Mas a chance de alguém se lembrar de uma desfeita se mantém estável, não importa quanto tempo passe. Exemplo: Se você estendeu a mão para cumprimentar alguém em 1999 e a pessoa ignorou sua mão estendida, você ainda se lembra disso em 2009.


Regra número 2:


A importância de um favor diminui com o tempo, enquanto a importância de uma desfeita aumenta. Favor é como um investimento de curto prazo. Desfeita é como um empréstimo de longo prazo. Um dia, ele será cobrado, e com juros.


Regra número 3:


Um colega não é um amigo. Colega é aquela pessoa que, durante algum tempo, parece um amigo. Muitas vezes, até parece o melhor amigo. Mas isso só dura até um dos dois mudar de emprego. Amigo é aquela pessoa que liga para perguntar se você está precisando de alguma coisa. Ex-colega que parecia amigo é aquela pessoa que você liga para pedir alguma coisa, e ela manda dizer que no momento não pode atender.

Durante sua carreira, uma pessoa normal terá a impressão de que fez um milhão de amigos e apenas meia dúzia de inimigos. Estatisticamente, isso parece ótimo. Mas não é! A 'Lei da Perversidade Profissional' diz que, no futuro, quando você precisar de ajuda, é provável que quem mais possa ajudá-lo é exatamente um daqueles poucos inimigos.  
Muito cuidado ao tentar prejudicar um colega de trabalho; Amanhã ou depois você pode depender dele para alguma coisa!
Portanto, profissionalmente falando, e "pensando a longo prazo, o sucesso consiste, principalmente, em evitar fazer inimigos. Porque, por uma infeliz coincidência biológica, os poucos inimigos são exatamente aqueles que têm "boa memória.
"Na natureza não existem recompensas nem castigos. Existem consequências."

12 de mar de 2012

Fundadora do GBC Brasil, Thassanee Wanick estuda a criação de um Centro de Sustentabilidade em parceria com a Fundação do Príncipe Charles


A fundadora do Green Building Council Brasil, Thassanee Wanick, esteve com o príncipe Harry em sua visita ao Rio de Janeiro. A Sra. Wanick também representa a fundação do Príncipe Charels no Brasil e um dos assuntos discutidos no seu encontro com Harry foi a concepção e construção de um Centro de Sustentabilidade  Com o apoio da Embaixada Britânica , o Centro de Sustentabilidade atuará como um polo de educação socioambiental.

9 de mar de 2012

9 INFRA São Paulo - 2012


VOCÊ TEM UM PROJETO BÁRBARO EM FACILITIES, MAS A ALTA DIREÇÃO NÃO COMPRA A SUA IDEIA?

Então você não pode perder o Congresso INFRA. O encontro anual de profissionais gestores de serviços e infraestrutura em ambientes construídos, marcado para os dias 16, 17 e 18 de Abril, no Centro de Eventos Fecomercio, em São Paulo, vai ensinar você (entre outros temas) a Pensar a Estratégia do Core Business antes de Contratar.

Afinal, o custo de Real Estate e Facility Management dentro das companhias fica atrás apenas da folha de pagamento. No entanto, estas áreas raramente são vistas como facilitadoras e estratégicas para o negócio.

E posicionar adequadamente um projeto com o CEO/CFO traz o comprometimento do executivo de Real Estate e/ou Facility e o apoio necessário para fazer as mudanças que pretende implementar.

Ao elaborar a mensagem corretamente, você pode criar um "business case" estrategicamente integrado e proporcionar grandes resultados para área, para o negócio empresarial e para a sua carreira.

Palestrantes:

Alexandre Teixeira
desenvolveu sua carreira de Real Estate e Facilities em multinacionais americanas e européias. Com mais de 20 anos de experiência nas posições de estratégia, planejamento e operações e na estruturação de novos modelos de negócio. Trabalhou com clientes da lista Fortune 100 e as mais importantes empresas do mercado brasileiro. Sua experiência em otimização de portfólio imobiliário em indústria, corporações, varejo e saúde geraram milhões de dólares de resultado. Possui MBA em Administração de Empresas e Negócios (FGV), Certificate in Management (Concordia University/ Canadá), além de ser graduado em engenharia elétrica.

Christophe Triplett iniciou sua carreira na Deloitte Management Consulting e possui fortes habilidades em marketing, estratégia e experiência em change management adquiridos na General Electric (GE), Philips e outras empresas internacionais. Liderou projetos significativos na Ásia, Europa, América Latina e os EUA e trabalhou em posições seniores nas áreas de estratégia, marketing, transformação de negócios e recursos humanos. Em 2001, obteve seu MBA da Kellogg Graduate School of Management / Universidade Nyenrode. No final de 2011, completou o programa de 9 meses de educação executiva com a Wharton School da University da Pensilvânia e com o Centre for Creative Leadership. É também certificado em 6 Sigma.


CLIQUE AQUI para realizar a sua inscrição.

OPORTUNIDADE ÚNICA:

Não perca na Abertura do Evento uma Palestra Internacional com o Keynote Speaker do DISNEY INSTITUTE sobre Maestria e Criatividade para Inovar em Serviços!


SERVIÇO

9º Congresso INFRA
Eventos paralelos: Workshops diversos + 1ª Exposição INFRA, Outsourcing & Workplace
Dias: 16 a 18 de Abril
Local: Centro de Eventos Fecomercio - São Paulo/SP
Programação completa: www.temfeirasecongressos.com.br

Em tempo
ASSISTA AQUI ao Vídeo com os Melhores Momentos do Congresso INFRA em 2011.

7 de mar de 2012

BASF CasaE

Hoje foi o lançamento da pedra fundamental da nova iniciativa da BASF, a CasaE. O evento contou com várias profissionais ligados a área da construção sustentável, representantes do governo estadual e municipal,além de colaboradores e convidados da BASF.
O GBCB esteve representado pela sua fundadora Thassanee  e pelo Felipe.
A BASF dá um passo importante para o processo da construção sustentável em São Paulo.

5 de mar de 2012

BASF CasaE no Brasil

Já imaginou uma casa construída com produtos e técnicas inovadoras focadas em sustentabilidade? Essa é a CasaE, onde a BASF apresentará tecnologias e produtos alinhados ao conceito de eficência energética e proteção climática para o setor da construção. A pedra fundamental da casa, que será construída na Avenida Professor Vicente Rao, na zona sul de São Paulo (SP), será lançada nesta quarta-feira (07/3).
(publicado facebook dia 5/03/2012) pela BASF

9 INFRA São Paulo


http://www.revistainfra.com.br/digital/140_marco2012/

1 de mar de 2012

Phigenics (USA), parceiro da SETRI ganha contrato importante nos Estados Unidos

Phigenics Wins $1 Million Contract with U.S. Federal Government for Energy Management Planning and Strategies & Water Conservation

NAPERVILLE, IL — February 24, 2012 -- Phigenics announced today that it has been awarded a $1 million dollar contract with the General Services Administration’s (GSA) Federal Acquisition Service for Energy Management Planning and Strategies (SIN 871-202) and Water Conservation (SIN 871-210). This enables U.S. Federal Government facilities that desire to improve the efficiency, effectiveness and overall safety of their potable and utility water systems, and/or remediate problems associated with waterborne pathogens, such as Legionella, easier access to Phigenics broad range of Smart Water Management Services.
“This award represents an important advancement in water management,” says Ashton McCombs, President of Phigenics. “This will enable Federal Government facilities to achieve new standards of performance in operating efficiency and safety with their physical plant operations.”
“Each year between 8,000 and 18,000 people are hospitalized with Legionnaires’ disease in the U.S.,” says Bill McCoy, PhD, CTO of Phigenics, and Chairman of the ASHRAE Standard 188P Committee – Prevention of Legionellosis Associated with Building Water Systems. “With impending new standards for preventing Legionellosis, important work lies ahead for Federal Government facilities and Phigenics is now in an excellent position to meet their needs.”

A SETRI no Brasil já pratica o processo HACCP para avaliação de risco de Legionella, conforme a ASHRAE 188p.

Congresso do GBCB - Setembro 2012



http://www.expogbcbrasil.org.br/