29 de abr de 2014

LEGIONELLA BOOK


The Project

The subject of this project is Legionella, a bacterium responsible for some respiratory illnesses. Legionnaires’ Disease is the most severe form of infection that is characterized by an atypical pneumonia. Legionella is an environmental hazard of great importance for public and environmental health that deserves attention from various fields.
This book was designed and published by SETRI that covers topics such as environmental law in Brazil, public health, risk assessment, environmental risk, microbiological analysis, clinical analysis, risk mitigation, risk prevention and ecological aspects of these bacteria, among other things. This book has the participation of several professionals and experts in different areas of work where Legionella is an issue of concern.
All texts in this book are of responsability of their authors:

Presentation
Presentation
Preface
Chapter 1
Como a Legionella ficou conhecida
Chapter 2
Legionella Pneumophila e a Doença dos Legionários para leigos: uma introdução
Chapter 3
Características gerais da Legionella ssp
Chapter 4
Legionella na área médica, a falta de diagnóstico nos hospitais
Chapter 5
Legionelose como doença profissional
Chapter  6
Legionelose – Aspectos laboratoriais na área clínica
Chapter  7
A legionelose e a vigilância sanitária de alimentos
Chapter 8
HACCP-based Building Water Management Programs
Chapter  9
LEGIONELLA – Our CHOICES have CON SEQUENCES…Always!
Chapter 10
Legionella e o ar condicionado
Chapter 11
Legionella na certificação AQUA -HQE para projetos sustentáveis
Chapter 12
Legionella, importante discussão em matéria de movimento global de construção sustentável
Chapter 13
Legionella, un enemigo desconocido en edificaciones sustentables
Chapter  14
O Cuidado com a Legionella dentro da Indústria Hoteleira
Chapter 15
Análise da Legionella na água
Chapter 16
Detecção de Legionela sp. por meio de amplificação de DNA
Chapter 17
Controle de Legionella por processo de desinfecção
Chapter 18
Legionella Risk Reduction in the UK - does legislation and guidance reduce the number of cases of Legionnaires’ Disease
Chapter 19
Legionella em Portugal
Chapter 20
Legionella and Legionellosis
Chapter 21
A importância das Políticas Públicas e da informação para se enfrentar a Legionella
Chapter 22
A Legionella e os aspectos jurídicos no Brasil
Chapter  23
Negligência com legionella implica em riscos também ambientais: Meio ambiente urbano ameaçado
Chapter 24
Avaliação de risco de Legionella: A ferramenta contra uma epidemia

Caso de Legionella : Legionnaires outbreak at local senior living facility



JACKSONVILLE, Fla. -- First Coast News has learned of an apparent outbreak of Legionnaires' disease at an elder care facility.
The Duval County Health Department issued a Health Advisory after three residents of Camellia at Deerwood contracted a type of pneumonia caused by the Legionella bacteria.
Legionnaires' disease is not spread by human contact, rather is typically caused by breathing in contaminated vapor from fountains, hot tubs or spas. It can be dangerous, or even fatal in older people. According to the Centers for Disease Control and Prevention, when it comes to Legionella bacteria, outbreaks occur "when two or more people become ill in the same place at about the same time."
The Department of Health notice was issued on April 18, but some residents' family members say they weren't notified until several days later. One family said their loved one with dementia didn't receive the notice until after 6 pm on April 24.
We spoke to Perry Brown, the facility's general manager. He declined to say whether any additional residents have gotten sick since the notice went out, but he did say "we are working directly with the Health Department to keep our residents safe."
Health officials have collected water samples from the facility, and are waiting on results.

25 de abr de 2014

Smart Water Leadership Summit - Washington,DC = LEGIONELLA NA VISÃO DE ESPECIALISTAS






Você pode se inscrever para todo o seminário que será apresentado ao vivo via internet.

http://www.smartwaterleadership.com/requestinvite.aspx

Dia 5 de Maio lançamento do livro LEGIONELLA NA VISÃO DE ESPECIALISTAS.

http://www.smartwaterleadership.com/agenda.html

Legionnaires’ disease bacteria lurk in tap water



Of 68 water taps that scientists sampled across the United States, 47 percent harbored traces of Legionella pneumophila. The bacterium causes Legionnaires’ disease, a severe form of pneumonia and flulike Pontiac fever — collectively referred to as legionellosis.
Though legionellosis is relatively rare with an estimated 8,000 to 18,000 infections annually nationwide, the vast majority of cases are not linked to an outbreak and monitoring for L. pneumophila can be difficult.
Chemist Maura Donohue of the Environmental Protection Agency in Cincinnati and colleagues collected 272 samples over two years from 68 water sources, including kitchen sinks, bathroom sinks, drinking fountains and a refrigerator water dispenser.
By probing for the bacterium’s genetic material, the researchers found that 32 taps contained L. pneumophila traces in at least one sample. Of those 32 taps, 11 contained the bacterium in multiple samples.
 The small study, which appears February 18 in Environmental Science & Technology, is one of the first to chart the national prevalence of L. pneumophila in water taps. The authors suggest that further research should investigate how the bacteria arrive in people’s sinks.

LEGIONELLA REVISTA ABRAVA + Climatização Refrigeração


Publicado na revista da ABRAVA de Abril/2014.

22 de abr de 2014

17 de abr de 2014

PLANO DE SEGURANÇA DA ÁGUA - PORTARIA 2914


http://www.setri.com.br/?page_id=35

Plano de Segurança da Água da Copasa vai intensificar ações pela qualidade da água

O tema Plano de Segurança da Água, a SETRI vem falando e apresentando em vários congressos a importância e a obrigatoriedade deste processo. Conforme a Portaria 2914 o PSA é obrigatório.
O caso da Copasa (vide) é um bom exemplo.

COPASA
A preocupação com a qualidade da água na Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) é pauta frequente no planejamento e nas ações da gerência de informações. O monitoramento é feito em cada ponto do processo, para buscar sempre o melhor resultado do produto que chega aos consumidores.
Pensando em sistematizar seu controle de qualidade, e distribuir aos municípios mineiros abastecidos pela Companhia um eixo norteador para servir de referência nesse processo, a equipe da Copasa está em andamento com estudos e diagnósticos para formulação de seu próprio Plano de Segurança da Água (PSA).
O plano, explica o gerente da Divisão de Pesquisa e Controle de Qualidade da Água e do Esgoto (DVQA), Airis Antônio Horta, é fundamentado nas guias da Organização Mundial da Saúde (OMS), que orientam a elaboração de um documento que organize os processos de avaliação e monitoramento. No contexto da saúde pública, a OMS atenta para a importância de que sejam estabelecidas diretrizes que permitam aferir e assegurar a qualidade da água para o consumo humano.
A elaboração do Plano, observa Horta, “é um trabalho que as empresas de saneamento estão buscando e que será muito importante. A partir do momento em que tudo estiver estabelecido, poderemos contar com uma segurança ainda maior para a qualidade da água. E também, como consequência, num segundo momento, diminuir os custos operacionais", destaca o gerente.
Uma vez finalizado, o Plano de Segurança da Água, que compõe o Planejamento Estratégico da Copasa, permitirá às equipes, de forma mais organizada, não só avaliar os sistemas e realizar a monitorização operacional, mas também construir planos de gestão para minimizar os riscos envolvidos.
Construção do Plano
Para colher os dados necessários para a criação do documento, a Copasa definiu nove de seus departamentos, cada um de uma região do Estado, para servir de pilotos para as avaliações da equipe. Foram selecionados os de: Caratinga e Resplendor (Rio Doce), Nanuque (Mucuri), Visconde do Rio Branco (Zona da Mata), Ipuiuna (Sul), São Gotardo (Alto Paranaíba), Perdigão (Centro-Oeste), Belo Horizonte - sistema do Rio das Velhas (Capital e RMBH) e Montes Claros (Norte).
Em cada uma dessas áreas, a equipe tem realizado o trabalho de diagnóstico, avaliação de perigos e classificação de risco, com o levantamento dos detalhes que envolvem todo o percurso da água. Neste trajeto, há os mananciais, a fase de captação, de adução, de tratamento/produção (com todos os seus processos internos: oxidação, coagulação, floculação, decantação, filtração, desinfecção, correção de pH, fluoretação), até chegar às etapas de reserva e distribuição. "O PSA vai reunir tudo isso em cada cidade, orientando a forma de gestão do sistema", comenta o gerente.

REVISÃO DA PORTARIA 2914


16 de abr de 2014

GBCB - LEGIONELLA NA VISÃO DE ESPCIALISTAS

http://www.gbcbrasil.org.br/?p=imprensa-detalhes&I=402

LEGIONELLA - Avaliação de risco

A SETRI é a única empresa independente que realiza Avaliação de Risco da bactéria Legionella.
Inovamos a mais de seis anos o processo HACCP para a avaliação de risco.
A SETRI não comercializa produtos e não realiza análises laboratoriais, mantendo uma independência total sobre o tema.
A SETRI também foi a idealizadora do livro LEGIONELLA NA VISÃO DE ESPECIALISTAS, onde reuniu os maiores especialistas sobre o tema, incluindo o CDC (USA).


www.setri.com.br

15 de abr de 2014

COVISA - Legionellose como doença profissional



Leia o capítulo 6 do livro e entenda a questão da doença profissional causada pela bactéria Legionella

www.legionellaespecialistas.com.br


LEGIONELLA


http://youtu.be/7vPRlM5jSIs

6 de abr de 2014

LEGIONELLA NA VISÃO DE ESPECIALISTAS - eBOOK


Sobre o Projeto

SETRI teve a iniciativa de desenvolver e publicar esta obra que trata da bactéria Legionella responsável por doenças no trato respiratório tendo a Doença dos Legionários a forma de infecção mais grave (caracterizando-se por uma pneumonia atípica). Ela representa um risco ambiental de grande importância para saúde pública e saúde ambiental que merece atenção de diversas áreas, desde os profissionais responsáveis por todo e qualquer sistema de água até a classe médica e de diagnóstico para identificação e tratamento dos quadros clínicos. O livro aborda temas como o direito ambiental, saúde pública, avaliação de risco, risco ambiental, análise laboratorial microbiológica, análise clínica, minimização de riscos, prevenção de riscos e enfermidades entre outros assuntos. Este livro tem a participação de diversos profissionais e especialistas em diferentes áreas de trabalho havendo a bactéria Legionella como o fio condutor de todos os textos apresentados.
Os textos nos livros são de inteira responsabilidade de seus próprios autores.
Confira a lista completa dos capítulos:
Apresentação
Presentation
Prefácio
Capítulo 1
Como a Legionella ficou conhecida
Capítulo 2
Legionella Pneumophila e a Doença dos Legionários para leigos: uma introdução
Capítulo 3
Características gerais da Legionella ssp
Capítulo 4
Legionella na área médica, a falta de diagnóstico nos hospitais
Capítulo 5
Legionelose como doença profissional
Capítulo 6
Legionelose – Aspectos laboratoriais na área clínica
Capítulo 7
A legionelose e a vigilância sanitária de alimentos
Capítulo 8
HACCP-based Building Water Management Programs
Capítulo 9
LEGIONELLA – Our CHOICES have CON SEQUENCES…Always!
Capítulo 10
Legionella e o ar condicionado
Capítulo 11
Legionella na certificação AQUA -HQE para projetos sustentáveis
Capítulo 12
Legionella, importante discussão em matéria de movimento global de construção sustentável
Capítulo 13
Legionella, un enemigo desconocido en edificaciones sustentables
Capítulo 14
O Cuidado com a Legionella dentro da Indústria Hoteleira
Capítulo 15
Análise da Legionella na água
Capítulo 16
Detecção de Legionela sp. por meio de amplificação de DNA
Capítulo 17
Controle de Legionella por processo de desinfecção
Capítulo 18
Legionella Risk Reduction in the UK - does legislation and guidance reduce the number of cases of Legionnaires’ Disease
Capítulo 19
Legionella em Portugal
Capítulo 20
Legionella and Legionellosis
Capítulo 21
A importância das Políticas Públicas e da informação para se enfrentar a Legionella
Capítulo 22
A Legionella e os aspectos jurídicos no Brasil
Capítulo 23
Negligência com legionella implica em riscos também ambientais: Meio ambiente urbano ameaçado
Capítulo 24
Avaliação de risco de Legionella: A ferramenta contra uma epidemia

Estará disponível para download a partir de 15/04/2014