27 de jul de 2009

Pagar a água pelo que se usa ?

Moro em um edifício, como muitos. O meu condomínio me cobra a água ( rateado entre todos os apartamentos). Até aí, nada diferente do que se passa a anos. Como hoje, cada cidadão trabalha para ser mais sustentável, está injusto pagar pelo que não consumo e não acompanhar meu consumo, para reduzi-lo. Olhando no mercado, achei algo interessante e gostaria de compartilhar com todos. Segue o link.

http://www.ista.com.br/pt/sub_medicao/o_principio/index.html

Não estou fazendo propaganda da empresa e sim passando o conceito, nada mais que isso. Vendo isso, vi que é muito certo fazer medições individualizadas. Que voces acham ?

3 comentários:

Wilton disse...

Totalmente de acordo será que alguem do governo vai pegar esta ? isso é muito importante para todos, não so financeiro como justo para o planeta. Que se faz no primeiro mundo ? voces saberiam me dizer ?????

Anônimo disse...

Nossa excelente, onde pode ser aplicado ? meu predio é antigo

Julianna disse...

Esse seu questionamento me fez lembrar de quando eu morava em SP e a Martaxa me impôs uma tal de taxa de lixo. Eu morava sozinha, trabalhava o dia inteiro e fazia coleta seletiva. Por morar em Moema, me chegou uma fatura de 30 reais mensais. Liguei para reclamar do valor e disseram que ele era estabelecido pelo local onde eu morava. Ou seja, uma familia de 5 pessoas da zona leste, que não fazia coleta seletiva e gerava infinitamente mais lixo que eu, pagava 6 reais mensais. Argumentei que queria pagar 6 reais e não me permitiram. Sabe o que eu fiz? Não paguei nem 30, nem 6. Simples assim.

Ah, obrigada pela visita ao meu blog. Também votei no seu. E tomara que fiquemos no TOP 100!

Beijos,
Julianna