3 de mar de 2009

Investidores dos EUA pedem leis para energia e clima

Em carta ao congresso norte-americano, fundos de pensão e outros administradores de ações, que controlam US$ 3 trilhões em capital, defendem uma ação nacional agressiva para combater as mudanças climáticas.
Um grupo de 35 investidores entregou nesta semana uma carta ao congresso dos Estados Unidos solicitando uma legislação que incentive o avanço das novas energias para reduzir os efeitos das mudanças climáticas e que melhore a competitividade das empresas do país.
O documento recomenda a adoção das seguintes políticas: um Padrão Nacional de Eficiência Energética (Energy Efficiency Resource Standard), um Padrão de Portfólio de Renováveis (Renewable Portfolio Standard), uma política nacional obrigatória para redução de emissões de gases do efeito estufa e um padrão de combustíveis de baixas emissões de carbono.
Coordenada por uma coalizão de investidores chamada Ceres, a carta foi assinada pelos presidentes de fundos de pensão como o Sistema de Aposentadoria dos Funcionários Públicos da Califórnia (CalPERS) e Sistema de Aposentadoria dos Professores Estaduais da Califórnia (CalSTRS); grandes administradoras de ações como a BlackRock e o Deutsche Asset Management; nove Departamentos de Tesouro Estaduais; dois fundos de pensão de trabalhadores (SEIU Master Trust e Unite Here); assim como outros investidores.


27/02/2009 - Autor: Fabiano Ávila - Fonte: CarbonoBrasil

Nenhum comentário: