19 de jan de 2015

Águas Públicas do Alentejo não consegue erradicar a Legionella em Almodôvar (sistema de água pública)

O resultado das análises bioquímicas efectuadas no mês em curso ao sistema de abastecimento de água pública no concelho de Almodôvar revela novamente a presença da Legionella (spp e pneumophila), em valores considerados “não alarmantes”, de acordo com a Autoridade de Saúde Pública (ASP) do Baixo Alentejo, anunciou na última sexta-feira, o município alentejano através de comunicado.
Face à prevalência da bactéria no sistema abastecimento, a ASP “recomendou” à Câmara de Almodôvar que “pressione” a empresa Águas Públicas do Alentejo (APA), entidade responsável pelo fornecimento de água em alta ao concelho alentejano, para que sejam adoptadas medidas preventivas para erradicar a Legionella
A APA foi aconselhada a efectuar um controlo mais eficiente na saída dos depósitos de abastecimento de água à rede de abastecimento. Outras intervenções complementares propostas passam pela duplicação da quantidade de dióxido de cloro na rede de abastecimento e pela purga e drenagem da rede de abastecimento em vários pontos da sede do concelho. 
As análises bioquímicas à água distribuída à população vão passar a ter controlo semanal.
A ASP aconselha a população a evitar a exposição por inalação de partículas de água, provenientes de actividades como banhos, regas, lavagem de automóveis e pavimentos com mecanismos de pressão e a proceder semanalmente à purga de toda a rede das habitações, assim como termoacumuladores, esquentadores, depósitos, etc.
Rejeitar diariamente, ou em cada utilização, a primeira água dos chuveiros por um período não inferior a dois minutos e efectuar mensalmente a submersão dos chuveiros em solução clorada por um período não inferior a 24 horas são outras das medidas sugeridas à população.
A presença da Legionella na rede pública de abastecimento ao concelho de Almodôvar foi detectada pela primeira vez no passado mês de Setembro e desde meados de Outubro que a situação se tem “mantido regularizada, apresentando resultados negativos em todos os locais analisados”, garante o município.
Reagindo ao teor do comunicado autárquico, o Bloco de Esquerda, diz ter conhecimento que um cidadão de Almodôvar foi internado por ter “desenvolvido a doença do legionário em resultado do episódio de Setembro”, chegando a estar em risco de vida.

Nenhum comentário: